Vereadores de Sairé chamam professores de “desocupados e mentirosos” ao protestarem por piso salarial


Ismael Alves
Docentes do município de Sairé-PE, Agreste, estiveram no programa Jota Silva, da Rádio Gravatá FM (92,3 MHz), na manhã desta Segunda-feira (07) para reivindicar o pagamento do piso salarial. De acordo com os professores, a prefeitura de Sairé paga valor inferior ao que é determinado por lei.
Para maquiar a irregularidade, segundo os professores, a prefeitura de Sairé adiciona gratificações aos vencimentos dos docentes, manobra que acarreta em prejuízo para a categoria, principalmente para futuras aposentadorias.
O Diretor Jurídico do SINPRO-PE, George Sanguineto, afirmou, durante a entrevista, que os professores de Sairé chegam a perder até 40% do salário, em virtude da irregularidade cometida pela prefeitura.
Em busca de apoio do Poder Legislativo, a categoria dos docentes foi surpreendida pela negativa do vereador Josivan Xavier de Azevedo (PDT), presidente da Câmara, que teria  dito que ” a Câmara não é a casa de mãe Joana”. Josivan protagoniza um caso curioso. Após o escândalo do “laranjão”, foi ele quem impediu o travamento da CPI na câmara de Sairé, por ser aliado do prefeito Fernando Pergentino (PSB).
No mesmo barco, o vereador Zeca (PMDB) teria chamado as professoras de “desocupadas, e que se fosse secretário de educação daria trabalho e elas teriam o que fazer”. As informações são da professora Mauricea Pedrosa. Um dos responsáveis pela denúncia do escândalo do “laranjão”, o vereador Roberto Carlos (PT) também esteve presente na entrevista, reafirmando seu apoio a categoria dos professores.

Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

bravo bravo
0
bravo
confuso confuso
0
confuso
falhou falhou
0
falhou
divertido divertido
0
divertido
nerd nerd
0
nerd
amei amei
0
amei
aff aff
0
aff
top top
0
top
hate hate
0
hate
lol lol
0
lol
gravatahoje

0 Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: