Prefeitura firma parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura para garantir terra pronta e distribuição de sementes aos agricultores


Com a iniciativa, 480 famílias são beneficiadas

A Prefeitura de Gravatá, no Agreste, firmou uma parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura e Reforma Agrária (SARA) para beneficiar os agricultores gravataenses. Com ações dos Programas Terra Pronta e Distribuição de Sementes, além do corte e preparação da terra para o plantio, os assentados receberam sementes de milho e feijão. A plantação já foi iniciada.

A secretária de Agricultura de Gravatá, Tercília Vila Nova, esteve no Assentamento Santo Antônio, nas margens da BR-232, para acompanhar o plantio de perto. Nas próximas semanas, ela passará pelos sítios: Caroá, Lagoa do Fernando, Mandacaru, Telha Branca, Alto do Caboclo, Tarrafas e os assentamentos Pau D’Arco e Manacá, Valentim, Nossa Senhora das Graças, Vale da Boa Esperança, Mata do Coqueiro, Paulo Freire e Santa Helena.

“Nós fomos à Secretaria Estadual de Agricultura e Reforma Agrária para buscar apoio aos agricultores de Gravatá. Fomos atendidos pelo secretário Nilton Mota que, em seguida, atendeu de pronto a nossa solicitação. Com a ajuda dele, fomos contemplados com máquinas para a recuperação de estradas, construção de barragens e melhoria no abastecimento de água da zona rural”, disse ela, ao destacar que, o apoio do deputado estadual, Waldemar Borges, também foi de fundamental importância para a realização das ações. “Com a ajuda, foram disponibilizados tratores para cortar a terra dos produtores, além, claro, da distribuição de sementes de milho e feijão mulatinho garantindo, assim, uma boa safra para todos”, explicou Tercília.

Os trabalhos de aração da terra contam com quatro tratores e mais outros quatro chegarão para reforçar o atendimento nas comunidades rurais. Ao todo, 200 hectares de terra serão preparados para o plantio. Duas toneladas de sementes serão distribuídas aos produtores rurais sendo, portanto, 1T de milho e 1T de feijão mulatinho.

No total, mais de 480 famílias receberão as sementes de milho e feijão e, deste total, 127 terão 0,6 hectares de terra arada para iniciar a plantação.

Para o agricultor do assentamento Santo Antônio, Manuel José da Silva, que trabalha na produção rural há 27 anos, no Assentamento Santo Antônio, esta ação chegou em boa hora. “Estava sem plantar porque não tenho condições de alugar o trator para cortar a terra. Com essa ajuda da Prefeitura e do Governo do Estado, juntamente com o tempo de chuvas, é só alegria. Plantando hoje, poderemos colher no mês de julho. Época da estiagem aqui. Plantei feijão e milho que, além de servir para o consumo de minha família, ainda será comercializado”, destacou.

Fotos: Marcone Barros / Divulgação


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

bravo bravo
0
bravo
confuso confuso
0
confuso
falhou falhou
0
falhou
divertido divertido
0
divertido
nerd nerd
0
nerd
amei amei
0
amei
aff aff
0
aff
top top
0
top
hate hate
0
hate
lol lol
0
lol
gravatahoje

0 Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: