O juiz da Comarca de Castelo do Piauí, Leonardo Brasileiro, julgou e condenou os quatro adolescentes acusados de participação no estupro coletivo no dia 27 de maio. De acordo com a decisão, condenados cumprirão três anos de medida socioeducativa, com internação no Centro Educacional Masculino (CEM). Atualmente, os jovens, com idades entre 15 e 17 anos, estão internados no Centro Educacional de Internação Provisória (Ceip), em Teresina, e serão encaminhados para o CEM. Os quatro jovens foram acusados dos crimes de estupro, homicídio e tentativa de homicídio. Segundo o magistrado, eles foram condenados de acordo com o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA). O juiz entendeu que os adolescentes participaram ativamente do crime. E agora ficarão internados cumprindo medida socioeducativa pelo período de três anos. “Isso não quer dizer que após esse período, eles sejam soltos. Devido à comoção gerada pelo crime, a sentença prevê a avaliação da conduta dos menores e a possibilidade prosseguimento da internação, com a avaliação do poder Judiciário, com o acompanhamento do Ministério Público e da defesa dos infratores” explicou o promotor Cesário Cavalcante. Ai eu pergunto isso é lei? essas “crianças” estupraram, depois jogaram as moças ribanceira a baixo, – uma queda de mais de 10 metros- achando pouco ainda atiraram pedras contra as jovens causando afundamento da face da adolescente e estudante Danielly Rodrigues que morreu, e essas “CRIANÇAS” pegam uma pena “MÁXIMA” de 3 anos???? Agora imaginem a pena que a família dessa menina vai pagar!!! Imaginem a pena que as outras adolescentes que escaparam vão pagar!!! Será um trauma que ficará pro resto da vida, enquanto os “MENINOS INOCENTES” ficaram 3 anos em um centro de reeducação!!! PARABÉNS BRASIL!!!

Comentários no Facebook