A comunidade da Área Verde ficou atônita na tarde deste domingo, 17, quando um jovem menor de idade, guiando o automóvel de seu tio em alta velocidade, derrubou uma motocicleta estacionada na calçada e desgovernado entrou na garagem de uma residência, atingindo um carro e uma moto no interior da casa.

O mestre de obras, proprietário do imóvel que sofreu as avarias, foi acordado quando seu carro atingido no acidente, derrubou a parede de seu quarto, empurrando sua cama, e por pouco não atingiu o berço de seu filho recém-nascido, que tinha acabado de ser retirado pela mãe de resguardo, para o banho da tarde.

Agitado com o ocorrido, o jovem que completa maioridade em Outubro, saiu do carro ileso e correu à casa de seu tio, para alertar a família sobre o acidente que provocou. Em poucos minutos a rua estava lotada de curiosos, moradores que saíram das calçadas segundos antes do acidente, choravam nervosos, e a família do menor tentava negociar um acordo com o proprietário da residência atingida. O senhor Expedito, ainda alardeado com todo o barulho causado pela parcial destruição de seu imóvel, recusou-se a fazer acordos no local e acionou a polícia militar, que chegou rapidamente ao local, registrando todas as avarias pelas fotos de nossa reportagem, que estava no local, no momento do acidente.

Testemunhas afirmaram que o jovem vinha em alta velocidade desde as proximidades do restaurante Mania Caseira, e não conseguiu fazer a curva com êxito, desgovernando o veículo e provocando todo esse infortúnio. Graças a Deus, nenhuma pessoa foi vitimada. Esse é  o resultado da imprudência de permitir que menores dirijam. Revoltado pela destruição dos seus bens, conquistados com tanto sacrifício, o senhor Expedito se recusa a esperar muito tempo pelo custeio do prejuízo.

Mais informações, você acompanha no Novo GN.

Comentários no Facebook