Muitas questões ainda estão sem respostas sobre o caso da jovem Alice Seabra de 19 anos, sequestrada e assassinada pelo padrasto Gildo da Silva Xavier, que confirmou informalmente o crime em depoimento ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Durante a semana a mãe de Alice, fez uma publicação polemica no facebook afirmando que Cymaria Silva, suposta amante de Gildo teria ajudado o seu parceiro a se esconder durante o período de investigação do caso.

Veja abaixo a publicação feita por Dede Arruda, mãe de Alice Seabra na página de Aparecida Cibely, irmã da suposta amante do padrasto:
0178ad8f07d9b3381b9818da3e8f3971

O CASO

Maria Alice foi sequestrada no final da tarde da última sexta-feira (19), da frente da casa da mãe, na Avenida Recife, no Bairro da Estância, Região Metropolitana do Recife, após ter sido apanhada pelo padrasto para uma suposta entrevista de emprego no município de Gravatá, no Agreste pernambucano.

De acordo com a delegada Gleide Ângelo, a mãe de Maria Alice recebeu um telefonema do companheiro, por volta das 16h da sexta-feira (20), e escutou os gritos da jovem pedindo socorro. Desde então, os celulares de ambos estão desligados.

Em depoimento à polícia, a mãe da jovem informou que vive com o suspeito há 15 anos. Já a irmã de Maria Alice disse que o padrasto sentia ciúmes da irmã.
0b39b040303a5157f621f226dadce59d

Durante toda a terça-feira (23), a delegada trocou mensagens com Gildo Xavier, padrasto e principal suspeito do crime, através do WhatsApp. O acusado, segundo ela, respondeu confirmando a localização exata em que teria abandonado Maria Alice. Entretanto, ele não especificou se a moça estaria viva. Momentos depois de se comunicar com a polícia, Gildo postou no Facebook uma mensagem pedindo perdão à jovem e dizendo que a esposa não iria perdoar o que fez.

A delegada, junto com a Força-Tarefa do DHPP, iniciou as buscas na Zona Rural do município de Goiana na noite da última segunda-feira (22), mas retornou ao Recife sem nenhum sucesso. Na manhã seguinte, as buscas foram retomadas e também não houve êxito. O corpo da jovem só foi encontrado na tarde desta quarta-feira (24), em um canavial em Itapissuma, na RMR. O padrasto segue detido no DHPP.
293a3ddba6d1a6bb1f2b2dc364cfa5f2

58ca3758d5e6daea6802485a22f4d1ed

Redação Novo GN

Comentários no Facebook