Foto: Reprodução/Google Street View

A suspeita é de que se trate do jovem Eronildes Francisco da Silva, desaparecido desde domingo (20), após se afogar na praia.

Um corpo ainda não identificado foi encontrado na orla de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, e recolhido pelo Instituto de Medicina Legal (IML) por volta das 0h30 desta terça-feira (22). A suspeita é de que se trate do jovem Eronildo Francisco da Silva, 23 anos, desaparecido desde domingo (20) após se afogar na praia. A família dele está a caminho do IML para fazer o reconhecimento.

De acordo o Corpo de Bombeiros, o cadáver estava nas proximidades do Posto 6. Um tio de Eronildo, Aguinaldo Francisco, informou que a família recebeu uma ligação informando sobre o recolhimento do corpo e também uma foto. Segundo ele, a família continua em estado de choque. “A gente não está acreditando ainda, a mãe ainda tem esperança de que ele esteja vivo, eu sou um pouco mais realista, depois a ficha cai, ainda não estamos acreditando, foi um choque para toda a família”, explicou à Rádio Jornal. As digitais serão levadas para o Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB) para reconhecimento.

Desaparecimento do jovem em Boa Viagem

Na tarde do domingo (20), quatro jovens entraram juntos no mar e precisaram ser resgatados pelo Corpo de Bombeiros, no entanto, apenas três foram salvos. Eronildes Francisco acabou desaparecendo no mar. Os outros três que estavam com ele eram a namorada, Rafaela Michele, 20, e os amigos Antônio Gomes, 20, e Neyvson Carneiro, 19.
De acordo com os Bombeiros, no local onde houve o incidente, nas imediações do Posto 6, há uma vala no mar que acaba causando uma forte correnteza capaz de puxar os banhistas para o fundo. Por isso, afogamentos seriam comuns na área, apesar da sinalização com bandeiras vermelhas.

Buscas na praia de Boa Viagem

Ainda no domingo, um helicóptero da Secretaria de Defesa Social (SDS) chegou a ser usado nas primeiras buscas pelo rapaz que se afogou e desapareceu. Na segunda-feira (21) cerca de 14 militares estiveram empenhados nas buscas.
Durante o dia, quatro militares fizeram a patrulha a pé na faixa de areia num trecho de aproximadamente 6 km, entre o Parque Dona Lindu e a Brasília Formosa, no Pina, também na Zona Sul da cidade. Foram empregadas duas motos aquáticas que fizeram o mesmo percurso cerca de seis vezes no período da manhã e mais sete à tarde. As buscas com os equipamentos foram suspensas por falta de visibilidade no cair da noite, uma equipe do Corpo de Bombeiros continuou patrulhando a área a pé, procurando, inclusive, pelos arrecifes.

Fonte: JC

Comentários no Facebook