Transformar o Museu de Cinema de Animação Lula Gonzaga (MUCA) em Gravatá, em ponto atrativo cultural e turístico para a região agreste e todo o Estado, começa a virar realidade após o marco inicial, com a visita do Grupo da terceira Idade Olinda Maturidade, durante o dia de ontem ( 07) iniciando com a visita ao MUCA.

No total 45 pessoas, foram recepcionadas pelo patrimônio vivo Lula Gonzaga e a esposa Silvana Delácio, ele sendo o pioneiro do Cinema de Animação em Pernambuco, responsável pela criação da mais antiga animação existente da filmografia pernambucana, o curta_metragem “Vendo/Ouvindo” (Super8, 1972).

O curador do Museu, Lucas Alves, foi quem apresentou o MUCA divindo os presentes em dois grupos, para mostrar cada elemento e sua função entre objetos óticos do período pré-cinema, passando pelas técnicas de animação e um pequeno acervo de filmes de animação.
O espaço também é ponto de Cultura , dedicado a formação técnica previstas para acontecerem semestralmente, as primeiras oficinas foram realizadas no inicio do ano em abril.

Antes do encerramento no MUCA, o grupo conferiu a reprodução dos filmes de Animação do Patrimônio VIVO Lula Gonzaga e vários relatos do trabalho desenvolvido formando jovens, com oficinas em curso de desenho animado na técnica 2D.
A coordenadora do Grupo Olinda Maturidade, Tereza Castro, ficou encantada com a riqueza de detalhes e a história viva da animação, sendo preservada em Gravatá. “Sinceramente não imaginava o que iria encontrar. Com certeza, uma nova opção rica em Cultura e entretenimento”, enfatizou.

O encontro encerrou com o almoço na casa do casal Lula Gonzaga e Silvana Delácio, recepcionando à todos com boa música do Alberes Show e vista para as montanhas.

Quem quiser visitar o Muca, o espaço estará aberto mediante o agendamento de grupos e escolas da rede pública ou privada pelo whatssap: (81) 99824-6468

Gravatá Hoje

Comentários no Facebook