Talvez a política gravataense sirva novamente de pauta para um documentário cinematográfico em 2016. Desta vez com um cenário totalmente diferente daquele visto em 2012 quando o discurso da mudança e da honestidade venceram o da esperança. No próximo ano veremos o grupo que elegeu Bruno Martiniano batendo novamente em nossa porta tentando nos mostrar um outro “falso profeta” ao qual irão atrelar a verdadeira salvação da cidade. Alguns deles chegarão com o discurso de que é filho da terra, outros chegarão pedindo desculpas querendo mais um voto de confiança, um chegará com um sobrenome e outros chegarão pendido seu voto porque, porque… nem eles sabem.

Sabe-se apenas que Bruno e JN não irão fazer parte desse balaio de gato que vem se armando para alçar voo até a prefeitura. Os dois têm suas candidaturas consolidadas, embora Martiniano ainda corra o risco de não terminar o mandato. Todos os outros candidatos serão os rejeitados do governo Bruno por não aceitarem que eram subordinados a ELE.

posse_em_gravata_do_prefeito_do_bruno_martiniano_4O primeiro revoltado por não aceitar Bruno como patrão foi o vice Rafael Prequé que fez logo questão de sair de perto do prefeito para fazer carreira solo na política. Tarefa essa nada fácil devido ao passado da família Prequé que não é nada positivo na cidade. Além disso Rafael ainda virá sem independência na sombra do cunhado e do sogro, gente lá de Vitória de Santo Antão que não conhece nada em Gravatá.

1526644_863650656981197_8434089362795532258_nOutro revoltado é Junior Darita que rompeu com Bruno após perceber que não teria o espaço desejado dentro do governo municipal. O que pesa politicamente contra Darita é o fato do prefeiturável não ter nenhuma experiência pública a seu favor e quase nenhum serviço prestado a população em massa da cidade. Além disso, Darita praticamente carregou Bruno na ‘cacunda’ e agora também virá com o discurso que Bruno não presta.

20140605-112025-40825182Fernando Resende virá com experiência política e com serviços prestados, porém, também verá as portas se fechando em sua direção pelo fato de ser um dos principais articuladores da campanha de Bruno em 2012. Resende deixou o governo municipal sob acusações graves por parte do prefeito e que até hoje não foram esclarecidas.

ozano_e_bruno_na_transioOzano e Waldemar Borges. Dois grandes revoltados com o governo Bruno que também romperam após reconhecer que o prefeito jamais “abriria as pernas” para os dois por enxergar neles verdadeiras ameaças ao seu reinado. Ozano que para ganhar as eleições precisou ser massacrado, humilhado e desmoralizado entregou-se logo a Bruno na primeira oportunidade que teve na esperança que o prefeito jogasse para baixo do tapete um rombo de R$ 56 milhões deixados por ele quando era prefeito. Fato esse que fez Ozano mudar o discurso e agora aparecer também como o salvador. Waldemar, Ah! Waldemar o que fazes aqui nesse balaio? A vinda de WaldeBAR (chamado carinhosamente assim por seus amigos de bar) para Gravatá é a única saída que o ex-prefeito Ozano Brito achou para ser candidato no seu lugar, haja vista que Ozano não teria cara nem coragem para ser o candidato. Além disso Waldemar também foi barrado dentro do governo Bruno.

JT-SILVA-3João Machado, Jota Silva e companhia. Especulações dão conta de que o dono da rádio Gravatá FM e toda sua trupe deram um fim “no relacionamento sério’’ que mantinham com o prefeito Bruno após ele fechar as torneiras das verbas destinadas aquela instituição. Em contrapartida, João Machado está puxando o bonde para perto de si, tentando unir um grupo para deteriorar ao máximo a imagem de Bruno. Missão essa nada fácil, por que todo mundo sabe o verdadeiro “carnaval” que a rádio dele protagonizou nas eleições passadas em favor de Bruno Martiniano.

Poderíamos escrever um livro citando todas as pessoas que estão hoje querendo tirar proveito do governo desastroso de Bruno Martiniano, porém, deixaremos para os próximos capítulos. O fato é que nenhum dos citados acima tem 100% de propriedade para falar mal do prefeito e de seu governo. Todos eles são responsáveis pelo caos administrativo que Gravatá vive hoje, portando, NENHUM têm condições de ser o novo prefeito de Gravatá pelo simples fato de venderem Gato com Lebre quando pediram votos para Bruno. Esse leque de candidatos só está sendo formado por que Bruno deu um “pé na bunda” de todos eles.

Resumindo, esse papo que estão rompidos com Bruno é pura balela para tentarem enganar novamente os eleitores. Esperem o desenrolar dessa novela até as convenções partidárias e julguem o que estamos dizendo.

É isso, em breve tem mais.

Redação.

 

Comentários no Facebook