Um colombiano de 36 anos foi levado à Polícia Federal em Caruaru, Agreste pernambucano. A Polícia Militar o abordou em um hotel por suspeita de tráfico de drogas e o caso não foi confirmado; contudo, o homem estava com um sobrinho, de 15 anos, em situação ilegal no país. O depoimento à PF seria somente sobre este caso, mas a equipe desta corporação verificou indícios de pornografia infantil.

A Polícia Federal comunicou que o colombiano entrou em contradição durante a declaração, por isso foi solicitado o acesso aos conteúdos do aparelho celular, em que havia conversas de “conotação sexual” e compartilhamento de fotos íntimas de supostos menores. Também comunicou que ele “disse desconhecer a ilicitude de seu ato de possuir ou armazenar conteúdo de pornografia infantil e negou qualquer tipo de relação sexual com crianças ou adolescente”.

O estrangeiro tem passagem por crime de estelionato em Pouso Alegre (MG), informa a PF.

Situação do menor
Ainda segundo a Policia Federal, o homem contou que mora em São Paulo e estava levando o menor para Manaus, a fim de embarcá-lo para a Colômbia. Porém, não teria informado o motivo de estar hospedado no município há três dias. Foi solicitado o atendimento e a assistência pelo Conselho Tutelar ao menor, que não teria sido vítima de pornografia e deve ser encaminhado para as autoridades responsáveis, para que retorne à família.

Comentários no Facebook