O deputado federal Daniel Coelho (PSDB) foi um dos membros do partido escolhidos para integrar a Executiva Nacional do PSDB, oficializada em convenção realizada neste domingo, em Brasília. O evento reconduziu o senador Aécio Neves para a presidência da sigla.

Pernambuco ficou com três representantes na Executiva, sendo o deputado federal Bruno Araújo um dos vice-líderes e a presidente da Jucepe, Terezinha Nunes, uma das suplentes.

Historicamente, Pernambuco contava com dois nomes integrando a Executiva do PSDB. Na última convenção nacional, Bruno Araújo e Sérgio Guerra – ex-deputado, falecido no início de 2014 – eram os representantes do Estado na instância máxima da legenda.

Segundo Daniel Coelho, a convenção serviu não apenas para fortalecer o PSDB em Pernambuco, mas também para demonstrar a unidade do partido em torno da liderança do senador Aécio Neves, que nas últimas eleições presidenciais recebeu mais de 51 milhões de votos.

Reeleito vice-presidente nacional do PSDB, o deputado federal e líder da Minoria na Câmara dos Deputados, Bruno Araújo, ressaltou em seu discurso na convenção nacional do partido, neste domingo (5), em Brasília, que o Brasil vive hoje sob à égide de um governo “eu se elegeu na base da mentira”.

O tucano lembrou que desde o final das eleições presidenciais a crise econômica do país só se agravou com a perda de mais de um milhão de empregos. Acredita Bruno que o PSDB saíra da convenção desde domingo cada vez mais unido para continuar o papel que lhe foi delegado pela sociedade brasileira: o de conversar com o povo e apontar soluções para mudar o Brasil.

“Estamos sob um governo que se elegeu na base da mentira. Um governo, que desde aquele fatídico domingo, quando grande parte dos brasileiros se frustraram com o resultado das urnas, de lá pra cá mais de um milhão perderam emprego. Nós estamos sob um governo que não teve critérios nem limites para impor uma reeleição ao custo do desemprego dos brasileiros, do fim do Pronatec, da perda de recursos do Fies. Estamos sob um governo que mentiu para a sociedade e sob um partido que passou a mão no dinheiro público das estatais. O Brasil conhece uma presidente que mentiu, que não tem capacidade de gerenciamento, que não diz nada com nada, que a sociedade não compreende. O PSDB está unido para enfrentar esse momento. Esse Brasil o PSDB não aceita. E pode ter certeza de que a nossa unidade nos fará sair dessa convenção cada vez mais fortes para continuar conversando com a sociedade e mostrando soluções”.

Jamildo Melo

Comentários no Facebook