Gravatá tem aumento de 300% nas vendas de flores para o dia das mães

0
128
Passado o Dias das Mães e como em anos anteriores, cresceu a comercialização de flores. Esta é a data em que há maior quantidade de venda tanto de flores de corte quanto das espécies comercializadas em vasos.
Gravatá, principal produtora do setor do Nordeste, abastece municípios e estados vizinhos com uma vasta variedade de flores e folhagens e proporciona aos consumidores belas opções para presentear as mães.
A comerciante Gisele Costa veio do município de Tabira para abastecer o estoque e confeccionar peças diferentes aos seus clientes.
“Aqui eu compro as flores, as cestas, os laços e monto um presente bem bonito, é uma forma da gente ganhar um dinheirinho a mais nessa época.” Disse.
A professora Ana Lúcia garantiu um dia das mães especial e comprou um arranjo de Begônia para presentear sua mãe, e afirmou que dar e receber flores tem um significado especial.
“Os outros presentes como roupa e perfume a gente mesmo pode comprar, mas flores não, quando a gente ganha é especial, elas vem com um ‘eu te amo’ incluso, nos faz sentir amadas. Este ano já recebi da minha filha e agora estou levando para minha mãe.” Declarou.
A atividade, que é responsável por garantir emprego e renda para muitos gravataenses, tem sido passada de geração em geração, é o caso do comerciante Josenildo Francisco Ramos, que aprendeu os primeiros cuidados com as plantas com o seu pai e hoje seus filhos também seguem a mesma profissão. Josenildo afirma que a semana que antecede o dia das mães tem um acréscimo de 300% nas vendas, comparada as semanas normais.
“Temos que nos preparar, recebemos encomendas de várias cidades de Pernambuco e também entregamos em outros estados.” O comerciante também destaca os itens mais procurados. “A rosa vermelha ainda é o carro chefe do dia das mães, porém as orquídeas estão ganhando terreno e tem crescido muito as vendas de flores que é possível manter o cultivo, porque duram mais tempo.” Explicou.
Fotos: Anderson Souza / SECOM Gravatá

Comentários no Facebook