No curto espaço de tempo, nasceram quatro novos gravataenses. Um paciente, também fez uma operação para a retirada de uma hérnia. A cidade de Gravatá, no Agreste, recebeu mais quatro novos gravataense entre os dias 27 e 28 de julho. Todos nasceram de cesarianas realizadas no município, graças à retomada das cirurgias eletivas no bloco cirúrgico do Hospital Municipal Dr. Paulo da Veiga Pessoa. Além dos partos cessaríamos, também foi realizada uma cirurgia de hérnia.

Os procedimentos foram realizados pelos médicos, Williams Celso, Vinícius Sales. Na equipe, as enfermeiras, Vanice Magalhães, Patrícia Pereira e os técnicos de enfermagem, Junior Vasconcelos e Valdenilson Caetano. Todos os procedimentos cirúrgicos foram um sucesso e as crianças, Miguel Ângelo, João Arthur, Arthur, Gabriel e Júlia nasceram sem complicações.

Para a mamãe, Patrícia Maria da Costa, ter o filho em Gravatá foi um motivo de grande alegria. “Desde o início da minha gestação, ainda no pré-natal, eu me preocupava onde iria ter o meu filho. O nosso acompanhamento foi realizado na USF Maria Auxiliadora e, quando fui informada que meu filho iria nascer aqui no hospital, fiquei muito feliz. Pois, além de ser em minha cidade, evitamos despesas de deslocamento para outros municípios”, disse agradecida a mãe de João Arthur, nascido ontem. Mamãe pela primeira vez, Fernanda Vitória, de 15 anos, também estava satisfeita com a possibilidade de ter o filho em Gravatá. “Estou feliz em ter meu filho aqui porque fico perto da minha família. Agradeço o atendimento que recebi aqui no hospital. Foi excelente”, avaliou.

O gestor de Gravatá, Mário Cavalcanti, acompanhado da secretária de Saúde, Adelaide Caldas, estive na unidade para visitar os bebês recém-nascidos. “Com muito esforço, conseguimos reativar o bloco cirúrgico do hospital oferecendo à população boas condições para que as crianças possam nascer em Gravatá”, disse o gestor, ao informar que o HPVP será reformado. “Outro benefício que conseguimos por meio do Governo do Estado, foi a reforma do hospital que, em breve, será iniciada e irá contemplar toda a estrutura”, enfatizou. No hospital, também são ofertados outros procedimentos cirúrgicos, como a cirurgia de hérnia. O comerciante, Cícero Cajá, de 44 anos, que passou pelo procedimento falou da qualidade do atendimento recebido. “Há um tempo eu me queixava de dores e descobri que estava com esse problema. A cirurgia foi marcada pela regulação e eu pude realizar aqui mesmo em Gravatá. Estou satisfeito com o atendimento médico e das enfermeiras que estão cuidando de mim muito bem”, disse.

REFORMA – O gestor de Gravatá, Mário Cavalcanti, garantiu junto ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e ao secretário estadual de Saúde, Iran Costa, a liberação de R$ 3,5 milhões para a saúde do município. O montante, que será utilizado para a reforma do Hospital Municipal Dr. Paulo da Veiga Pessoa e para a compra de medicamentos. O pleito foi possível graças a uma liminar expedida pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco. O recurso será utilizado em duas formas. Para a compra de medicamentos que serão utilizados no hospital, quando o município receberá todos os meses (durante 12 meses), a quantia de R$ 190 mil, que no final totalizará o montante de pouco mais de R$ 2,2 milhões. E, também, para a reforma na estrutura do hospital. O repasse será realizado em uma única parcela no valor de R$ 1,273 milhão. O montante será aplicado na melhoria e manutenção de toda a estrutura da unidade.

Fotos: Ednaldo Lourenço

Comentários no Facebook