Os Vereadores do Apocalipse

0
816

A votação vergonhosa que foi realizada hoje na Câmara de Vereadores de Gravatá, a dita casa do povo, teve um desfecho ridículo e que fere os direitos dos professores.

Como é ano eleitoral e o projeto foi encaminhado pelo Prefeito Joaquim Neto, além de ter o aval do Sindicato dos Professores, os vereadores de oposição resolveram “brincar de política” para lograr algum tipo de vantagem para essas eleições.

Segundo o Vereador Regis da Compesa, “todos os projeto referente aos professores que chegaram à Câmara, foram negociados com a categoria em primeiro lugar e os vereadores sempre votaram a favor”. Porém é ano eleitoral e a oposição preferiu a “picuinha” do que cumprir seu papel de legislador. Foi expressiva a fala do Vereador Val do Ônibus na tribuna e deixando claro que o Sindicato é o representante legítimo dos professores, e que o projeto foi discutido como a categoria, e por esse motivo não há porque votar contra.

A oposição está realmente perdida e está aproveitando o período eleitoral para fazer politicagem com assunto sério.

Vale lembrar que o Interventor, indicado pelo Governador Paulo Câmara não deu o aumento do Piso Salarial em 2016 e mesmo com os desmandos deixados em Gravatá, quando Joaquim Neto assumiu a prefeitura, além da crise que o município enfrenta, ele deu o aumento em 2017 e repetiu a façanha agora em 2018.

Fica claro que estes vereadores não têm compromisso com a cidade.
Estão mais interessados em “fazer a plateia sorrir.”
É um verdadeiro espetáculo.

Coluna Política
Caio Graco

Comentários no Facebook