Solicitado por um colega da comunicação, vou responder à rebatida que Eduardo Cassapa fez à uma materia publicada no NovoGN, e porque não responder no NovoGN. Escrevo de próprio punho.

A intenção do NovoGN ter sido criado, é o benefício popular geral. Não temos padrinhos políticos, até tentamos conseguir, pois o corrente ano é véspera de um ano eleitoral. Vários “não” ou “vamos esperar o momento certo”, aquele velho papo político de que agora não dá, rsrs. Respeito isso. Só não tolero o desrespeito, e parto pra cima pra defender o que é meu, proteção à prole. O pouco que tenho, gerei do meu suor. Não vivo do título de pastor que carrego com orgulho, pois batalhei para isso desde a adolescência. Tenho meu trabalho secular, formação em andamento na área de TI, projetos variados idealizados por mim, como o NovoGN e me dedico às causas sociais. Não sou rico, ainda moro de aluguel, casado e muito bem casado, de “papel passado” como diz o popular, luto no dia-a-dia pelo pão, como todo trabalhador honrado.

Quando o Eduardo se dispoz a expor o NovoGN como um site vendido a políticos, rebati. Isso é vender ilusão, não recebemos de políticos ainda, o primeiro que se habilitar, me ligue, estamos interessados em seu patrocínio. Mas alerto o mesmo, não dominará ou direcionará o que é publicado no NovoGN. Alguns, talvez o próprio Cassapa, tenham entendido que o título “Vendedor de Ilusões” tenha sido setado ao trabalho dele, mas não, quem ler bem a matéria verá que faz referência aos ataques contra o NovoGN. 

Ontem pela manhã, antes dessa matéria do Cassapa ser publicada, o vice-prefeito e eu conversamos tranquilamente por telefone, por mais de dez minutos, ele me ligou. Expus o que estava ocorrendo, chegamos a um denominador comum, paz. Nenhum acordo financeiro foi trabalhado e Rafael pode confirmar isso. Em seguida Eduardo nos ataca. Há quem acredite que por minha estreita relação com Resende, ele seja autor dessas matérias que ferem o grupo Prequé, mas não, confesso que não. Fernandinho as vezes me liga e me chama de doido, me alerta aos cuidados que devo ter ao publicar e ao permitir que minha equipe publique. Tenho uma equipe profissional e responsável, confio neles, não levo o NovoGN sozinho, mas assino em baixo em tudo que é publicado, tamanha confiança em meu pessoal.

Há quem diga que isso tudo é feito com interesses secundários, para lançar-me pré-candidato a vereador, o colega Gilvan do De Olho em Gravatá, já havia me questionado sobre isso e minha resposta é a mesma, tudo a seu tempo!

Não quero inimizades, como falei pra Cassapa, mas na política isso ocorre naturalmente, basta escolher um lado e o outro será seu inimigo, simples assim! Também não vim me desculpar, o que foi dito foi pensado. Cassapa, seu trabalho é digno como o de todo trabalhador, torno a dozer que o título de Vendedor de Ilusão faz referencia à infeliz citação contra o NovoGN, apenas.

Sobre pedir dinheiro a políticos, pedi e peço novamente, anunciem no NovoGN. Assim como solicito aos comerciantes, anunciem no NovoGN. O fato de anunciar aqui, ressalto, não dá poderes para controlar o site, o NovoGN é do povo.

Muitas pessoas não gostam de mim pelo simples fato de ser pastor, outras sim. Não estou aqui pra agradar ninguém, apenas cumprirei a missão a mim concedida, como soldado leal. 

Exporemos a verdade doa a quem doer, seja Bruno, Joaquim, Fernando, Rafael ou outros…

Nosso compromisso é com o povo, com a verdade…

Queria eu não ter inimigos, como te falei Cassapa, como falei a Rafael, mas não depende apenas de mim!

Forte abraço!

Comentários no Facebook