A Prefeitura de Gravatá, através da Secretaria da Mulher, tem realizado ações que trabalham com a temática da violência contra a mulher e igualdade de gênero nas escolas da rede municipal.

O Programa tem despertado o debate entre os adolescentes e chamado a atenção para as atitudes, visando a conscientização desta nova geração. Os resultados têm surtado de forma tão positiva que o Prefeito Joaquim Neto, ao lado da Secretária da Mulher, Taciana Medeiros, se empenharam em tornar o ensino da Lei Maria da Penha obrigatório nas escolas da rede pública municipal de Gravatá.

O tema será trabalhado na grade escolar de forma lúdica, levando informações acerca dos tipos de violência doméstica, consequências jurídicas, formas de defesa e denúncia das agressões, entre outros subtemas.

“Precisamos preparar nossos jovens e ensiná-los a respeitar. Ao realizar as ações nas escolas eu pude ver o empenho dos alunos e percebi que é um tema que precisa ser trabalhado com frequência para que não se torne algo normal o comportamento violento dos homens com as mulheres.” Destacou o Prefeito.

A Secretária da Mulher, Taciana Medeiros, explica sobre como será aplicada a metodologia.

“As escolas estaduais e privadas podem participar também da campanha, ajudando a impulsionar a reflexão crítica entre estudantes, professores e comunidade. As escolas que apresentarem os trabalhos desenvolvidas pelos alunos até o final de agosto de cada ano, receberá um certificado, como forma de licenciar a instituição como protetora dos direitos da mulher.” Disse.

A Lei Nº 3774/2018, de autoria do Prefeito Joaquim Neto, foi validada no dia 17 de setembro de 2018.

Gravatá Hoje

Comentários no Facebook