Durante esta quinta-feira (07), a Prefeitura de Gravatá, através da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Controle Urbano, em parceria com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos – (CBTU), realizou um estudo de sondagem de solo no local onde havia um pontilhão, no início da rua Amaury de Medeiros.
O estudo tem o objetivo de analisar as condições estruturais do solo para que seja realizada a reconstrução do pontilhão, patrimônio histórico estadual, tombado desde 1986 e que foi demolido de forma irregular em maio de 2005, em gestão anterior a do atual Prefeito Joaquim Neto.
“Esta ação preliminar de avaliação do solo é fundamental para a recomposição do pontilhão, através da elaboração de projeto estrutural. Estamos sondando a capacidade de carga que temos para trabalhar, garantindo responsabilidade e segurança para a obra,” explica o Secretário de Infraestrutura Ricardo Cardim.
A futura obra, além de reparar o erro anterior de ter sido destruída uma área pertencente à CBTU sem autorização, a reconstrução permitirá a circulação de trem com finalidade turística para o município, mais um projeto idealizado pelo Prefeito Joaquim Neto.
Fotos: Ricardo Labastier/ SECOM Gravatá

Gravatá Hoje

Comentários no Facebook