As águas estão rolando na política gravataense. Desde a semana passada, quando o PSB de Gravatá deixou bem claro que Waldemar Borges será o candidato do partido, na disputa pela prefeitura em 2016, o vice-prefeito Rafael Prequé (PSB) já começou a dar mais atenção ao seu plano B.

Depois de tornar público seu sentimento de insatisfação com a forma que o PSB vem sendo conduzido em Gravatá, Rafael Prequé vai investir na relação com o PSD. A sigla é presidida pelo Deputado Federal André de Paula, que atualmente ocupa o cargo de Secretário Estadual das Cidades.

Rafael Prequé sempre teve uma relação boa com o PSD. Seu sogro e prefeito de Vitória de Santo Antão, Elias Lira, como também seu cunhado e Deputado Estadual, Joaquim Lira, são membros da sigla. O presidente do PSD em Chã Grande, Cleiton Pereira, já manifestou sua opinião em relação a possível adesão de Rafael ao partido. “Um grande político que tem um futuro promissor.” Afirmou.

Outro pré-candidato à prefeitura de Gravatá, já declarado, é o Policial Rodoviário Federal, Edval Júnior, o popular Darita (PTB). Embora esteja muito bem acomodado em seu partido, Darita analisa a possibilidade de concorrer em outra sigla, em virtude de Bruno Martiniano ter sido eleito pelo PTB – 14. Ele tem receio que isso possa causar confusão em alguns eleitores.

De acordo com fontes extraoficiais, o PHS seria uma via alternativa para Darita, que já estaria em diálogo com a sigla, através do Deputado Federal Kaio Maniçoba. A informação não foi confirmada pelo político.

Comentários no Facebook