crime_digital

Todos querem sua senha.
Tem muito peixe grande do mercado de tecnologia
querendo ser o centro da sua vida digital.
Assim como qualquer hacker,eles querem seu login e senha.
Num cenário desses,como lidar com a sua segurança?

Michael Daniel,coordenador da cibersegurança da Casa Branca,
diz que poucos desafios são tão custosos e desgastantes
como as fraudes online e o roubo de identidade.
Se não está fácil pra um figurão desses,imagina pra você.

Mudanças no sistema americano,fará com que grandes corporações
queiram representar você no ambiente virtual- menos por segurança,
mas por questões econômicas.Fica mais fácil concentrar tudo nas nuvens?
Sim.
E mais perigoso também.
Ao invadir uma conta única,alguém mau intencionado descobre muito sobre você.

Em nome da facilidade,você alimenta os bancos de dados de muitas empresas
que monitoram seus logins,senhas,likes e acessos a sites.
A empresa detentora desses logins saberá tudo sobre sua vida.
Espionagem no ciberespaço,para o governo usar suas informações no futuro.
Assustador.

Já pensou em todos os sites sabendo quem você é?
A telefonia se encarrega da autenticação de dados
e o Yahoo se encarrega de dessecar seu celular,
dispensando senhas com o seu novo sistema de códigos randômicos.
Quem inovar mais e melhor,sairá na frente.

BIOMETRIA:
Já está em uso e deve se popularizar muito.

COMBO:
A tendência é associar várias formas de autenticação,
para dificultar ações fraudulentas.

FOCO NO APARELHO:
Eletrônicos que já usamos no dia a dia,
serão geolocalizados.

Uma solução para um desafio tão complexo não será fácil.
O futuro aponta para a junção de vários mecanismos de segurança.
Senhas fortes ou difíceis,não coíbem crimes.
Se as senhas não cumprem sua principal função,que pelo menos
nos ajudem a viver melhor.
Isso consola você?

Comentários no Facebook