A montadora chinesa Shineray inaugurou, enfim, sua fábrica de motos no Complexo Industrial de Suape (PE). A abertura vinha sendo adiada pelo menos desde março de 2014. A cerimônia ocorreu na segunda-feira, 29. A nova unidade é a primeira da fabricante fora da China.

Foi erguida pelo grupo pernambucano Total, com R$ 130 milhões obtidos por financiamentos. Tem área construída de 60 mil metros quadrados e fica em um terreno de cerca de 210 mil m².

A capacidade instalada é de 150 mil unidades por ano e pode chegar a 250 mil. No Brasil, esta é a única fábrica de motos desse porte a se instalar fora da Zona Franca de Manaus. “Iremos empregar, a princípio, 250 profissionais, mas poderemos chegar a 350 empregos diretos”, afirma o diretor executivo da Shineray, Paulo Perez.

A Shineray fará 20 modelos diferentes, somados aí ciclomotores, motos, triciclos e quadriciclos. A rede atual tem 250 pontos de venda e 150 concessionárias. Em 2014, a Shineray do Brasil S.A. registrou faturamento de R$ 417 milhões. A marca atua no Brasil desde 2005 e ganhou mercado com ciclomotores de 50 cc, que além do baixo custo têm a vantagem de poder rodar sem placa em vários municípios. A falta de fiscalização também joga a favor dessas motonetas, que já começam a zanzar sem licença até mesmo na cidade de São Paulo.

Parte da linha que a Shineray começa a montar tem desenho exageradamente parecido com o de motos Honda, como a Max 150 (semelhante à geração anterior da CG 150 Titan) e a Jet 50/125 (semelhante à Biz atual).

shineray-580x367

Fábrica de Suape

Comentários no Facebook