DIRETORIA

A diretoria do Sport promete ir até as últimas consequências. Além de representações no âmbito desportivo, no caso o STJD, o clube vai ingressar com ações na Justiça Comum contra a CBF e o árbitro paulista Luiz Flávio Oliveira.
Os rubro-negros reclamam de um polêmico pênalti marcado a favor do Corinthians nesta quarta-feira (12), na Arena Itaquera, em São Paulo, pela 18ª rodada do Brasileirão.
A bola bateu no braço do volante Rithely dentro da área, mas de forma involuntária. Da penalidade, cobrada por Jadson, saiu o gol da vitória corintiana por 4×3. A arbitragem era motivo de polêmica antes mesmo da partida.
CBF escalou um árbitro do mesmo Estado do time mandante, o que não foi aprovado pela diretoria do Sport.

Comentários no Facebook