Um grupo de 50 estudantes dos cursos de graduação em Arquitetura e Engenharia da Faculdade Escritor Osman Lins – (FACOL) realizou uma visita técnica, nesta terça-feira (13), às obras do Programa “Minha Casa Minha Vida” Faixa Residencial I – (FAR I), no bairro Riacho do Mel, loteamento Gravatá.

O objetivo da visita foi proporcionar aos estudantes uma experiência prática quanto
à avaliação das construções que estão sendo realizadas no local e que também estão sendo fiscalizadas pelo Prefeito Joaquim Neto e pela Secretaria de Infraestrutura.

Dentre os estudantes, 6 são estagiários da Prefeitura de Gravatá. Além dos universitários, estiveram presentes na visitação a Arquiteta Jéssica Lira e o Engenheiro Civil Euclides Gomes, representando a prefeitura e acompanhando os estudantes durante a visita. Euclides Gomes fala da importância dessa visita para a vida acadêmica dos futuros profissionais.

“Essa visita foi muito importante para os alunos, pois a obra do “Minha Casa Minha Vida” está se tornando uma referência por conta do uso da tecnologia e da metodologia diferenciada na área de construção civil. Assim, estamos servindo de modelo e de orientação para os nossos futuros técnicos”, disse.

A estudante de graduação em Arquitetura, Joice Pereira, fala de sua satisfação por ter participado da visita ao projeto.

“A gente vê na faculdade muitos papéis de projetos, porém é mais parte teórica. Quando a gente veio para a obra, vimos muita parte prática e mão na massa mesmo. Vimos como tudo era feito. Fiquei muito feliz e satisfeita por essa oportunidade”, relatou.

A Secretária Executiva de Infraestrutura, Ana Paula Remígio, conta como é bom ver a participação dos universitários neste processo.

“É Importante essa visita dos estudantes da área para ver uma obra desse porte. Isso serve, tanto como aula prática, quanto para o conhecimento individual deles. Ver o interesse dos estudantes em querer ver as obras do município é uma coisa muito positiva, pois mostra a transparência e lisura das obras que nós fazemos, enquanto gestão municipal”, contou.

Gravatá Hoje

Comentários no Facebook