A justiça está de olho na Operação Lava Jato, que ocorre em esfera nacional. Mas também não deixa passar em branco pequenas operações para pegar os responsáveis por embolsar o dinheiro público de maneira corrupta.

Um Vereador de Gravatá pode aguardar a visita de uma auditoria para investigar notas irregulares de venda de remédios para prefeituras no estado de Pernambuco, inclusive em Gravatá quando houve a gestão de Bruno Martiniano.

Tem muita gente colocando a mão no dinheiro dos nossos impostos. Os acordos e negócios escusos estão vindo à tona. Punições serão aplicadas se comprovados os atos ilícitos. E você acompanha tudo aqui no Gravatá Hoje!

Comentários no Facebook